Seguidores

New Translator....

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Retidão


Retidão


Tem ciúmes e muitas curvas
O que nunca faltou, atitudes
Sabe deixar um homem boquiaberto
Somente com virtudes
Onde mora a paixão
No âmago e no coração
Sempre será loba e visceral
Antes da emoção e cerebral
Na vida é constante nas tentativas
Quer segurança e retidão
Curvas só as próprias
Do corpo violão
Na boca guarda sabores e violação
De mulher madura e consciente
Do poder da sua sedução
A cada dia essa mulher é superação
Desfruta o sabor do saber e usa
O melhor da intuição
Não quer ter mais uma frustração
Vai direto ao ponto, realização
Sem rodeio, consumação


Ulisses Reis®
16/03/2010

4 comentários:

*Mi§§ §impatia* disse...

Sem rodeios, só posso dizer que a cada dia vc se supera nos poemas querido.......lindos e lindos demais.....parabéns.....
Beijos.

*Mi§§ §impatia* disse...

Meu lindo, eu ameiiiiiiii seu poema pra mim, até o publiquei no blog e agradeci, acho que vc nao viu rss
tá aqui oh, entra la rs bjssssss

http://cantinhodamissrj.blogspot.com/2010/06/benfeitoria-ganhei-do-amigo-ulisses.html

Marcia disse...

Oi menino...gostei do seu comentário no blog...
Percebeu que eu tenho aquela escrita no meu perfil?????
Tem tudo haver comigo..acho que vc entende bem o pq...
E como vc está meu querido????
Espero que vc já esteja recuperado...
Saudades queridos...
Bjs carinhosos...
E adorei o poema...linda morena..donas de curvas que enlouquecem...de olhos que enfeitiçam...e de lábios que fazem desejar um bj ardente....

Mel dupla personalidade disse...

Maravilhosa mulher com suas curvas e inteligência.
Amei o poema.
Belo como tudo o que faz.
Sinto tua falta ... o que acontece????
Sexta-feira, carência rssss.
Bjs melados pra ti querido!