Seguidores

New Translator....

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Sentir os momentos

Sentir os momentos

Esse constante buscar
A felicidade lá não esta
Mas sim aqui pertinho
Dentro de ti mesma
Só podemos, fazer feliz
Quando somos reais
E vemos que nada
Nos completa, só ajuda
E na procura de algo
Que nos ensinaram
Um milagre ou outra coisa
Não é assim que vivemos
Temos sim que aceitar que
Tudo passa e aprendemos
A referenciar o próprio ar
Que a respiração é que vale
O viver intensamente e olhar
Coisa simples como a chuva
O bem-te-vi construindo ninho
A jabuticabeira florida no terreiro
Bolinho de chuva e café
Abraço amigo despretensioso
Sim compartilhar sentimentos
Mas não querer viver com a raspa
Mesmo que tenha sido maravilhoso
Hoje não é isso que tem de mais gostoso

Ulisses Reis®
16/02/2011

2 comentários:

Sandrio cândido. disse...

Carps diem.
temps fugists.

Mila Lopes disse...

Muita linda a poesia Ulisses, mas fico sem jeito com minha imagem aí, rsrs
Bjs

Mila