Seguidores

New Translator....

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Açúcar e Canela

Açúcar e Canela

Se não me toca o coração
Não a muito sentido na vida
E digo isso sem que envolva
Contato e carne, e sim paixão
Pelas belas coisas que vejo
Os sabores que não esqueço
A memória visual do olhar
Aquele que se pronuncia
Que vem de dentro e faz magia
Nos deixa leve e feliz
Que acolhe e nos serve afago
Acaricia a alma e da um sorriso
E disso que sempre preciso
Coisa simples, manga doce
Pão caseiro e café feito agora
Aroma delicioso, feitiço de mãe
Bolinho de chuva, açúcar e canela
O que da sentido a vida

Ulisses Reis®
14/02/2011

3 comentários:

Ana Casada disse...

gostei desse poema,,simples e direto como você,,
realmente nao precisa ter contato pra se sinta paixão,,afago,,carinho,,
sao as pequenas coisas do dia a dia que nos elevam a alma,,
um paozinho fresco com manteiga pela manha com aquele café que cheira longe,,,isso sim faz bem ao coração...

bjo

ana

A moça da calcinha disse...

hummm que coisa mais linda...entrei de cabeça nesse poema, até senti os cheiros. Lindo demais! Beijos!

Luna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.