Seguidores

New Translator....

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Mau lobo


Mau lobo


Não sou puro
Sou mau lobo
Te consumo
Vou e abuso
Cuidado envolvo
Sou louco
Pareço bobo
Te aviso, sem sorriso
Pois ai ataco
Lambo teu umbigo
Faço bem
Transformo em fêmea
Vais gemer e gozar
Ai não saberás
Caminhar sem em
Mim pensar
És presa fácil
A ti vou conquistar
Também vou te amar
Muito mais que imagina
Vais sentir, alucina
Me beija
Fêmea minha
Sinto fome
De você e cama
És minha menina


Ulisses Reis®
11/08/2009

2 comentários:

poeta do inverno. disse...

QUE EM TODOS NÓS HÁ DESEJOS E AMOR SABEMOS BEM...até que ponto somos amor e desejo ou somente um é dificil saber, na literatura este tema tão bem foi instigado(investigado e escrito) em livros como lolita e a eternidade e o desejo, neste poema podemos sentir a força do homem que ama e ao mesmo tempo do homem que deseja, ambos porem são o mesmo homem atraido pela mesma mulher.

saudações poeticas.

Lou Albergaria disse...

Que lobo mau mais excitante... Adorei seus poemas... BJS!!!