Seguidores

New Translator....

sábado, 15 de setembro de 2012

Boca saliente

Boca saliente

Essa tua boca que contem as palavras
Que fantasio e apossa-me da vontade
Deixa eu tocar uma vez e a paridade
Será revelada e a eróticidade exposta
Ela tem um que de fervente e acorrenta
Dela sai palavras e gemidos ardentes
E na ousadia que é muito saliente
Deixa lhe mostrar algo diferente
Que venha com parceiras e afloramento
Mas que você tenha entras as coxas
Minha língua elétrica e sorvente
Deslizando feito enguia e serpente
E a tua boca aguada e gerenciando gemido
Que cai no meu ouvido como hino libertino
E na ponta no teu clitóris eu tocando arruíno
As tuas vontades e desejos alucinantes
Desvairada se entrega e me consome delirante

Ulisses Reis®
10/12/2011

Para Deh 


2 comentários:

Deh... disse...

OMG... isso é um tesão!!!

Que delicia, maravilhoso!!

Vc é demais poeta, adoro tudo que escreve, me deixa com a alta estima nas nuvens...rsrs

Bom demais!!

Beijos gostosos em ti
Tenha um domingo maravilhoso

Deh... disse...

Passando pra deixar um cheirinho gostoso em ti

Beijos doces querido Poeta