Seguidores

New Translator....

domingo, 26 de junho de 2011

Janela com Violetas

Janela com Violetas

O tempo e o desarrumado
O cabelo dela é encantado
Nem penteado nem bem feito
Desalinhado e de moça
Que não tinha certeza
Mas continha uma certa beleza
Desarrumando fora de linha
Completa a minha alma
Hoje ele é curto tem calma
Mas reivindica o sabor
Da redondeza e seus detalhas
É mulher de desejos e da libido
Tem tudo em maiúsculas letras
E esta aprendendo a mandar embora
O vazio que a contorna

Ulisses Reis®
24/06/2011

Para Rita Motta

9 comentários:

Evanir disse...

Hoje viajei para o Interior só virtualmente infelizmente.
Ulisses creio que ñ se recorda mais de mim cheguei até vc novamente através de um blog amigo.
Hoje chove e faz frio aqui no Litoral
um excelente Domingo beijos,,Evanir.

Crista disse...

Taííííííí...GOSTEI!!!!!!!!!!
Se tu me seguires eu te "persigo"...que tal????
Beijãojão...

Crista disse...

aaaeeeeeeeeeeeee...considere-se PERSEGUIDO para sempre!!!!!!

Anônimo disse...

Olá Ulisses, nossa que saudades estava daki, de seus poemas que me inspiram e me instigam...
Como sempre lindo!
Bjos se cuida e tenha uma linda semana!

Escarlatte disse...

Hummm, que janela mais florida tens o vizinho meu!

Levando o Poema " Aviso da Lady"
Já que de ambos tenho direitos requerido de expo no meu cantinho.
É um luxo só!

Não esqueça de passar por lá!

Escarlatte disse...

Passa a minha janela para rever o teu poema enfeitando a minha alcôva!

EU SOU NEGUINHA disse...

Vim eixar um enorme beijo pelo carinho deixado lá no Templo pra mim...
Agradeço de coração menino..
Beijos imensos

Anônimo disse...

Adorei isso!!!

Obrigada pelo carinho Ulisses...beijosss

Me permita disse...

Lindo poema! Libido a flor da pele!

Tenho andado meio sumido, muito trabalho... O texto que comentaste não é meu, tem o marcador abaixo, mas, saiba que tudo o que posto, cada palavra e imagem tem muito significado e sempre diz muito de mim! Valeu pela visita! Tens um belo blog! Abraço!