Seguidores

New Translator....

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Boquiaberto

Boquiaberto

Num drible galante
Tu és mulher e elegante
Vem com tudo fascinante
Seu corpo faiscante

Nua e molhada cativa
Bela e sinuosa castiga
Beijos quentes, instiga
Sai com sorriso altiva

Se penteia Monalisa
Se insinua consisa
Se ilumina baton
Se enfeitiça meia arrastão

Quero seus goles majestade
Quero teus gestos realidade
Quero você inteira minha
Quero sua entrega pura

Agora linda vestida de meia
Agora bela boca de baton carmim
Agora fera cabelos molhados
Agora seu, boquiaberto tomo
A menina-mulher abraço e beijo
E na cama domo e somo!

Ulisses Reis®
25/02/2009

3 comentários:

wcastanheira disse...

Interessante, quadradinho, com rimas fortes e sensuais, seu poema é no esquadro, mas é profundamente encantador, tem gotas de uma ótima sensualidade, é muito bom andar por aqui, daqui deste canto do RS um abaraço do tio Castanha

Thyallen Oliveira disse...

Oie flor obg pelo carinho lá no coment viu... Olha tô seguindo segue de volta ta?!

Beijo Grande que seu fim de semana seja otima e com muita paz

Isabelle. disse...

Gostei muito do teu blog!

Muito bonito esse seu poema :)