Seguidores

New Translator....

segunda-feira, 7 de março de 2011

Dia Internacional da Mulher4

Dia Internacional da Mulher4

Ela é ousada, pode chamá-la de safada
Mas ela paga as contas e não é encrenca
Não chora à-toa, nem fica falando no ouvido
Quando você quer ver o jogo, mas se cuida
Ela não é mais boba, não é mulher atrasada
Do século XIX é do XXI, é muito avançada
Quer igualdade em tudo que lutou tem direito
Então ela cresceu para ser inteira, não metade
Ela forjou o próprio destino mulher guerreira
Ela é mãe, mas cria os filhos para o mundo a fora
Não quer ficar envelhecendo na pia ou fogão
Que poder viajar ainda bela com o seu parceiro
Mas ele tem que valorizar, pois hoje a fila anda
Com uma rapidez e sem parar, cuidado no lar
Agora com carinho e afago, ela se desmancha
Entrega-se como um amenina ao seu homem
Faz tudo que ele gosta e se mostra com libido
E nunca esquece de usar a forte e fascinante
Luxuria de dar água na boca, se veste para matar
De prazer que a admira e reconhece o valor
Da mulher atual, que é feminina, não feminista
Sabendo muito bem o seu lugar, lado a lado com o par

Ulisses Reis®
07/03/2011

4 comentários:

Ana Casada disse...

Ulisses, querido,,
amo esses poemas sobre a mulher,,
esse me identifiquei muito com ele,,
pois sou exatamente assim,,
nao quero ficar na beira de um fogao e nem me envelhecendo dentro de casa,,
sou feminina e nao feminista,,,
acho que a mulher pode ter seu lugar no mundo sem precisar provar nada pra ninguém,,,

amo suas palavras,,,

bjos


Branca/ Ana

CARLA STOPA disse...

Adorei...Parabéns ...

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄ƷSandra NunesƸ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Oi Ulisses, você entende de mulher...poucos conseguem ir tão longe. É uma pena mas é verdade...Só me resta parabenizá-lo por nos enxergar de verdade.

Sandra Nunes

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄ƷSandra NunesƸ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Encantada com o seu olhar...